A chama

Francisco Fernando, eu, Reinaldo Júnior e Teomário, no almoço, no Restaurante Cabana do Sol.

Nesta sexta-feira, 17, pela manhã, o Centro de Apoio Operacional da Probidade Administrativa (CAOp-ProAd) promoveu reunião de trabalho no auditório da Procuradoria Geral de Justiça. Platéia interessada, na pauta estavam as apresentações de praxe da nova coordenação e algumas considerações acerca do que pensa acerca do cumprimento do art. 49, da LC 101/2000, alimentação do novo programa de dados do CAOp acerca das promoções de ACPs executórias e cumprimento de recomendações do CSMP acerca da exigibilidade de licitações para prestação de serviços aos municípios. Também algumas informações acerca do interesse do CAOp em firmar parcerias com alguns órgãos que possam subsidiar o Ministério Público na promoção da probidade administrativa.

O bom número de promotores presentes mostrou que ainda há motivação quando tratamos da implementação eficiente das nossas funções institucionais. A Coordenadora, Procuradora de Justiça Mariléa Costa, mostrou interesse em integrar os colegas nesse desiderato e teve grandeza ao delegar a segunda parte da reunião à coordenação do colega Francisco Fernando Meneses Filho. O que se viu, então, foi uma ebulição de entusiasmo e interesse que resultou em uma verdadeira carta de intenções dos colegas presentes, em que constaram diversas ideias com o objetivo de otimizar a defesa do patrimônio público no Estado, inclusive, com o resgate de ações institucionais do programa “Contas na Mão”. Bom começo! Viu-se que a chama ainda está acesa.

Uma manhã muito proveitosa, como há muito tempo não se via nessas reuniões. Já no final da manhã, o furor pelo que nos dá identidade ainda levou alguns a um agradável almoço no restaurante Cabana do Sol. Nessa pauta: mais ideias, sonhos, trabalho e amenidades. Foi assim… com foco na unidade e pensando no que nos fortalece enquanto instituição… não doeu nadinha!

Anúncios

Sobre José Márcio

Blog de José Márcio
Esse post foi publicado em Maranhão e marcado , . Guardar link permanente.

9 respostas para A chama

  1. Juarez disse:

    Senti-me renovado. Muitos colegas. Entusiasmo. Ideias. Planos. Vamos!

    Resposta: Caro Juarez,
    Você é um gigante! E tem uma qualidade que admiro: é generoso ao oferecer sua lucidez para o aprimoramento do nosso Ministério Público. Vamos sim!
    Grande abraço!

  2. Parabéns aos colegas do Maranhão. Nosso CAOP do patrimônio no PR desde que entrei, salvo engano, não realizou NENHUM evento. E olhe que já tenho 7 anos de carreira. Rsrsrs.

    Resposta: Márcio, a construção coletiva da nossa atuação é uma ferramenta poderosíssima de que dispomos e precisa ser estimulada. No MPMA estamos redescobrindo esse poder. Isso é bom. Espero que aí no Paraná os colegas dos CAOps despertem para isso.
    Um grande abraço e sucesso!

    • Francisco Fernando de Morais Meneses Filho disse:

      Caro Márcio Berclaz,

      Ante a sua postagem, tenho de lhe dizer que jamais deve desanimar!
      Se não me falha a memória, foi no segundo semestre de 2004 que eu e o Dr. Blackout (atual Conselheiro do TCE-MA) estivemos em Curitiba. Na oportunidade, fizemos uma palestra ao MP do Paraná, tratando das conquistas do programa interinstitucional CONTAS NA MÃO, o qual, no nosso Estado tem como objetivo o controle social das contas públicas.
      Pois bem, na sua terra, tive a satisfação de perceber também um grupo de Promotores que, efetivamente, desejam dar robusta contribuição no combate à improbidade administrativa.
      Procure esses colegas; entusiasme-os. Busque o CAOP-PROAD do MP-PR, mesmo que este ainda não o tenha feito. No mar das atribulações e dificuldades diários, a “onda da mudança” empurra aqueles que vão ao seu encontro.
      Certamente, são inúmeros os promotores brilhantes no Paraná. Tudo o que tem a fazer é unirem-se.
      Uma última sugestão: crie você mesmo ou incentive a criação de blogs, para discutir, com entusiasmo e espírito de união, temas de interesse institucional. É o que fizeram, com grande êxito, os nossos colegas maranhenses JOSÉ MÁRCIO e JUAREZ.
      Abraço e sucesso!

  3. Clarissa Xavier Machado Cardoso disse:

    Assim como o encontro com Dr. Tardelli, achei igualmente bacana noticiar este encontro. Reitero meu comentário anterior!

    Resposta: é isso! Um abraço.

  4. Nahyma Abas disse:

    Caros colegas. Pena que não pude estar presente no evento, mas me senti completamente representada por pessoas tão comprometidas e dedicadas ao Ministério Público que lá estavam. A comunhão de idéias e de desejos é o que vai motivar a retomada dos trabalhos na área de defesa do patrimônio público e da probidade administrativa. Em quase sete anos de Ministério Público percebo que as angústias são as mesmas, especialmente no que tange a ausência de uniformização de estratégias de atuação e de assessoramento técnico constantes. Vejo que um bom começo é uniformizar os dircursos no sentido de elevar a defesa do patrimônio público como prioridade de atuação do MP/MA, até porque, uma atuação eficiente previne certamente uma série de problemas em outras áreas, especialmente quanto à oferta eficiente e qualificada de políticas públicas. Contem comigo.

    Resposta: Nahyma, você está coberta de razão! E, realmente, foi uma pena que você e Sandro não puderam estar presentes. Vocês iriam reviver uma energia muito boa!

  5. Joaquim Junior disse:

    Grande Márcio

    Problemas incontornáveis na comarca não me permitiram estar presente à reunião. Lamentei muito, mas prometo fazer todo o possível para estar nas próximas. Sonho em ver o dia em que o nosso MPMA se transformará numa máquina de combate à corrupção. Isso só será possível com mudanças estruturais e entusiasmo. Aproximar a assessoria técnica dos promotores é o primeiro passo. Fazer concurso para analista ministerial com formação em direito e se pagando um salário razoável para manter na instituição os bons profissionais, seria outro importante avanço. Cargo de assessor para promotores de intermediária e inicial seria outro. Racionalizar nossa intervenção em alguns processos também. Porém, nada disso será suficiente se não mantivermos essa CHAMA. Se perdermos o entusiasmo, tudo estará perdido. Precisamos recuperar em alguns colegas o orgulho em ser Promotor de Justiça. Sei que se procurarmos razões para o desânimo, encontraremos várias. Mas não temos o direito de desanimar. A transformação social do nosso Estado e do nosso País passa pelas mãos de cada Promotor de Justiça. É importante não esquecermos o tamanho da nossa responsabilidade.

    Estarei sempre disposto a ajudar e dar alguma contribuição. Contem comigo colegas

    Grande abraço

    Joaquim Junior

    Resposta: Júnior, para fazer o Ministério Público que a sociedade espera de nós e de que nós mesmos nos orgulhemos, esse espírito de entusiasmo é imprescindível. Você está correto!
    Parabéns pela disponibilidade de sempre.
    Grande abraço!

  6. Marco Antonio Santos Amorim disse:

    Caro José Márcio,
    Alegra-me, e muito, o teu entusiasmo mesmo quando tudo parece conspirar contra. Também o do colega Joaquim, um baita Promotor de Justiça, comprometido e atuante, além de figura humana de inestimável valor. O Ministério Público, com efeito, somos nós. Não este ou aquele (a) Procurador-Geral, ou membro de Conselho, ou mesmo Promotor exercendo funções na Administração Superior. Enquanto coletividade de membros somos maiores que as figuras isoladamente consideradas, cabendo-nos o resgate da credibilidade do MP. Cabeça erguida!

    Resposta: Marco, precisamos fazer o universo conspirar ao nosso favor e por isso o entusiasmo com o desejo de ver um MP mais proativo e constitucionalmente adequado deve ser inabalável. Procuro não perder a lucidez, mas eu sou um otimista incorrigível. Tenho absoluta certeza que veremos o MP que sonhamos em ação. É uma questão de sobrevivência. Se não vier de uma conversão de desejos em torno do que nos fortalece, virá pela “revolução”. Foi assim ao longo da história em todo o mundo com todas as instituições. Não vai ser diferente no MPMA.
    E acredito que nos resolveremos com a primeira opção porque acredito no bom senso dos membros do MPMA, independente das suas escolhas políticas.
    Grande abraço!

  7. Francisco Fernando de Morais Meneses Filho disse:

    Caros colegas,

    A reunião do CAOP-PROAD, ocorrida em 17 de junho último, foi, de fato, excelente! A CHAMA estava presente no olhar de cada Promotor de Justiça e dos membros a assessoria técnica.
    Foi maravilhoso confirmar o que eu já sabia: o MP-MA é recheado de mentes brilhantes, as quais, a qualquer estímulo, reajem com um turbilhão de ideias, de planos, de projetos e de programas. A paixão pela Justiça e o compromisso com a sociedade trouxeram júbilo e energia a todos.
    É por essas e outras que eu amo o Ministério Público e nenhum obstáculo pode arrefecer esse ânimo, assim como dos vários promotores que se encontravam na reunião mencionada.
    Parabéns à Dra. Mariléa, por ter convocado a reunião e franqueado espaço, para que todos apresentassem suas maravilhosas ideias. Até colegas que não puderam estar presentes (como Samaroni) falaram através de brilhantes vozes, como a de Reinaldo. Também não faltaram contribuições dos novos colegas. Isso sem falar nos já experientes amigos (como Juarez, Frank, Teomário, José Márcio, etc.).
    Parabéns a todos!
    Agora, só resta seguir o caminho já traçado. O CAOP-PROAD deverá manter o ritmo, especialmente através da adoção, na prática, das magníficas ideias e programas expostos na reunião.
    Por isso, obviamente, precisaremos do apoio de toda a PGJ, nesta e em todas as vindouras administrações.

    Resposta: Fernando, acho que os colegas presentes na reunião deram o tom acerca do que gostariam que fosse o rumo institucional a seguir no que toca à defesa da probidade administrativa. Além disso, a Dra. Mariléa mostrou espírito democrático e que está disposta a ouvir e tentar por em prática no CAOpProAd o que for melhor para a instituição. Acredito que avançaremos sim. Vamos esperar a resposta da administração superior àquele expediente protocolado na sexta-feira pelos colegas.
    Grande abraço!

  8. Parabéns aos colegas e sucesso na empreitada!!
    Força sempre!
    Abraços
    Fernando M Zaupa
    MPMS

    Resposta: Vamos em frente!
    Um grande abraço, Zaupa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s